Drops Portocred

Antecipação Saque-aniversário FGTS

Sem parcelas mensais! O pagamento é feito com seu saldo parado no FGTS.
Saiba mais

Saber qual é o seu perfil de investidor é fundamental para fazer bons investimentos. Entenda mais sobre esse assunto e descubra qual o seu tipo, clicando aqui!

Mulher sorrindo

Você está buscando se inserir no mercado financeiro, mas não sabe qual é o seu perfil de investidor? É muito importante fazer uma análise pessoal antes de tomar decisões de investimento, principalmente se você não entende muito sobre o assunto. Nesse conteúdo vamos te ajudar a entender qual o seu perfil de investidor para você começar com segurança nessa jornada!

A análise do seu perfil é feita através das suas respostas sobre estratégias que se encaixam com suas atitudes. Assim, é possível medir quais as melhores aplicações, de acordo com sua disponibilidade financeira. 

Mas lembre-se de agir de acordo com o seu perfil de investidor e de revê-lo ao longo do tempo para saber se ele se mantém o mesmo ou se sofreu transformações. Entenda o porque isso é importante e o que definirá a sua personalidade como investidor, nos tópicos abaixo. 

O que é e qual a importância de um perfil de investidor?

Categorizar roupas por tamanho é muito mais simples para encontrar o tamanho ideal para você, certo? O mesmo acontece quando o assunto é investimentos. É preciso classificar os tipos de investidores para se entender quais serão as melhores aplicações para cada pessoa.

A Comissão de Valores Mobiliários, ou CVM, é responsável pela regulamentação de todo o universo de investimentos, aplicações financeiras e bolsas de valores. Já a ANBIMA instrui as instituições financeiras sobre a importância de recomendar os investimentos ideais para seus clientes, de acordo com o perfil de investidor deles. 

Esse controle existe para que instituições financeiras não utilizem métodos desonestos para se aproveitar do pouco conhecimento de certos investidores, fazendo-os se arriscar além das suas características. 

Mas, o que afinal define esse perfil? Bom, ele é analisado de acordo com:

  • Idade;
  • Situação financeira; 
  • Conhecimento do mercado;
  • Objetivos financeiros;
  • Tolerância a riscos;
  • Tempo pretendido para investir. 

Essas informações são essenciais para descobrir o seu perfil de investidor ideal. Você pode compreender melhor cada detalhe e os tipos, no próximo tópico. 

Quais são os perfis de investidores?

Essa é a melhor parte, onde você encontrará quais são os seus melhores tipos de investimentos conforme as suas características. Por isso, se atente aos detalhes de cada perfil de investidor, abaixo. 

Conservador

Esse costuma ser o perfil dos iniciantes, que ainda não sabem bem como começar a investir. Isso porque o pouco conhecimento sobre o mercado financeiro gera insegurança, fazendo com que eles se arrisquem menos. Algumas das suas principais características, são:

  • Foco em preservar seu patrimônio; 
  • Opta por investimentos com baixa oscilação ou risco de prejuízo;
  • Não gosta que as aplicações tenham pouca liquidez ou rendimento baixo;
  • Faz o resgate do investimento com, no mínimo, 30 dias. 

 

Por ele não gostar de correr riscos, a diversificação da sua carteira fica em produtos que possuem uma certa garantia de retorno. Os investimentos dos conservadores costumam ser as rendas fixas, como:

  • Tesouro Direto;
  • CDB;
  • LC;
  • LCI/LCA;
  • Fundos de renda fixa.

Eles possuem um retorno fixado em um percentual mensal, ou então seguem o índice de alguma alíquota. O CDB e LC são exemplos disso, onde seus investimentos de curto ou médio prazo são influenciados pelas alíquotas distintas. 

A diferença entre eles é na emissão desses investimentos, já que os CDBs são emitidos por bancos, enquanto os LCs são títulos de financeiras. Você pode fazer uma simulação e descobrir qual é o melhor para você, clicando aqui!

É importante que a carteira desse perfil de investidor seja um pouco variável, evitando aplicar tudo apenas em um investimento. Assim, ele irá ganhando confiança com o tempo, conseguindo diversificar ainda mais no futuro. 

Moderado

Quando o investidor vai aprendendo mais sobre o mercado financeiro e conhecendo na prática como funciona o retorno das aplicações, ele se torna mais confiante. E é exatamente assim que ele pode passar para um perfil moderado. 

Nesse momento, ele já quer arriscar um pouco mais, por isso possui características, como:

  • Possui versatilidade nas suas escolhas; 
  • Opta por investimentos seguros ou com possível lucro acima da média;
  • Admite perdas até certo limite;
  • As aplicações são retiradas em meses ou anos.

Quem possui o perfil de investidor moderado, prefere fazer aplicações que sejam de médio e longo prazo. E, por ele já conhecer um pouco mais sobre o mercado financeiro, seu patrimônio está em crescimento. Por isso, ele procura incluir na sua carteira rendas variáveis, como: 

  • Ações pagadoras de dividendos;
  • Fundos de ações;
  • Fundos cambiais;
  • Fundos imobiliários (FIIs).

Os fundos são uma modalidade de aplicação financeira coletiva. Isso significa que um gestor profissional irá tomar decisões sobre esses fundos baseado nas ações de diversos investidores.  

Já as ações pagadoras de dividendos são partes do lucro de uma empresa distribuídas entre os acionistas. Por isso, investir em empresas consolidadas e com lucros estáveis costuma ser mais seguro e rentável. 

Assim, a pessoa moderada varia sua carteira entre rendas fixas (conservadoras) e rendas variáveis, para ter um bom retorno. Essa é a perfeita forma de equilibrar rentabilidade e riscos de investimento.  

Agressivo 

Depois de sentir confiança e estudar muito sobre o mercado financeiro, o investidor pode resolver passar para um perfil agressivo. Ele entende que perdas a curto prazo acontecem e elas são importantes para aproveitar lucros de longo prazo. Por isso, suas características costumam ser de: 

  • Aumentar o patrimônio e viver de investimentos; 
  • Possui preparo técnico e emocional;
  • Realiza estratégias para alcançar maiores retornos;
  • Faz aplicações que duram, no mínimo, 5 anos.

O foco desse tipo agressivo é ter uma boa rentabilidade, com ganhos maiores que a inflação a médio e longo prazo. Ele não tem medo de se arriscar e ter prejuízo, já que conhece como os investimentos normalmente funcionam. Então, ele inclui na sua carteira: 

  • Fundos multimercado;
  • Fundos de ações;
  • Rendas fixas. 

Os fundos multimercados possuem diferentes estratégias, níveis de risco e incentivos financeiros. Eles oferecem a possibilidade de investir, na proporção desejada, em renda fixa e variável. 

E o conhecimento de mercado nesse tipo de perfil é muito importante, pois é ele que irá garantir uma boa rentabilidade. Dependendo da proporção de investimento fixo e variável feito, os riscos podem ser muito grandes. 

Por isso, é importante ter na carteira investimentos com liquidez diária. Ou seja, que podem ser retirados a qualquer momento. Assim, ele garante uma reserva de emergência e não perde a rentabilidade em casos de prejuízos. 

O perfil de investidor muda com o tempo?

A resposta para essa pergunta é sim! Assim como nós vamos mudando de série na escola, quando o assunto é perfil de investidor, o mesmo acontece. Isso porque, o conhecimento vai aumentando, fazendo com que a confiança sobre os riscos mude com o tempo. 

Por isso, é importante que você continue se aprimorando e realizando testes de conhecimento para nivelar o seu tipo de investimento. Dessa forma, você aprenderá quais estratégias seguir, melhorando a sua rentabilidade e técnicas profissionais. 

Mas, lembre-se de que não há um perfil de investidor maior ou melhor que o outro. Tudo é uma questão de perspectiva e objetivo. Por isso, o conhecimento é importante, independente do seu perfil. Ele não irá definir as suas características, apenas proporcionará mais segurança sobre o assunto e os riscos. 

Conhecer mais sobre as variações do mercado, a diferença dos investimentos, a liquidez e carência, entre outros, é fundamental. Para os iniciantes, compreender os mitos sobre investimentos é uma das tarefas que devem ser cumpridas. 

Assim, já dá para saber a direção certa para seguir e montar uma carteira conforme o perfil de investidor. Se você está buscando aprofundar mais o seu conhecimento sobre esse assunto, clique aqui!

Canais de
atendimento

Central de cobrança

Regularização de débitos

0800 600 0771

2ª a 6ª feira, das 8h às 20h40 Sábado, das 8h às 14h20

negociacao@portocred.com.br

SAC & Central de relacionamento

Informações, reclamações, cancelamentos, sugestões e elogios

0800 600 0777

2ª a 6ª feira, das 8h às 18h00

sac@portocred.com.br

Ouvidoria

Caso já tenha recorrido aos nossos canais de atendimento e não esteja satisfeito

0800 601 7700

2ª a 6ª feira, das 9h às 16h00

ouvidoria@portocred.com.br

É necessário ter um número de protocolo de atendimento para ser atendido na ouvidoria.

Copyright © 2022
Portocred S/A Crédito, Financiamento e Investimento

CNPJ 01.800.019/0001-85

Endereço: Av. Doutor Nilo Peçanha, 2900, 11º andar, Conjunto 1101, Chácara das Pedras - Porto Alegre, RS. CEP 91330-001

Banco Central do Brasil

Atendimento: 145

Deficiente Auditivo/Fala: 0800 642 2345

www.bcb.gov.br

Procon: 151

Taxas de empréstimo segundo informação disponível no site do Banco Central: Empréstimo pessoal: 5,50% a 24,41% ao mês - Empréstimo Consignado Público: 3,67% a 5,96% ao mês - Empréstimo Consignado Privado: 1,99% a 7,99% ao mês - Financiamento de veículo: 2,69% a 6,04% ao mês.