Drops Portocred

Antecipação Saque-aniversário FGTS

Sem parcelas mensais! O pagamento é feito com seu saldo parado no FGTS.
Saiba mais

Você sabe como funciona e o que é necessário para solicitar um empréstimo para aposentados do INSS? Descubra mais sobre, clicando aqui!

Senhor aposentado mexendo em seu notebook sentado em um sofá e sorrindo

 

Depois de anos de trabalho contribuindo para a previdência social, a aposentadoria é um momento muito esperado por boa parte das pessoas no país. Ter mais tempo para realizar os próprios projetos e contar com uma renda fixa garantida todo mês traz muita tranquilidade.

Porém, apesar da garantia financeira, ninguém está livre de uma hora ou outra precisar de um dinheiro a mais. Para esses momentos, o empréstimo para aposentado do INSS pode ser uma boa opção. 

Aqueles que recebem o benefício da previdência social têm à sua disposição dois tipos de empréstimo: o pessoal e o consignado. 

O primeiro é feito através de bancos ou instituições financeiras e o dinheiro é devolvido com o pagamento de parcelas que podem ser feitas em boleto, carnê ou débito em conta. Já no consignado, as parcelas são debitadas diretamente no recebimento da aposentadoria, ou seja, o valor é descontado do benefício.

Como os aposentados possuem uma renda mensal garantida, o empréstimo é uma alternativa para aqueles  que desejam acesso ao crédito para resolver algum imprevisto financeiro ou para colocar em prática algum objetivo, como viajar ou reformar a casa sem passar por apertos na hora de pagar as parcelas. 

Mas, não é porque o acesso a um empréstimo é mais fácil para aposentados que esse serviço deve ser solicitado sem um planejamento e sem conferir todas as condições, como a taxa de juros, o valor das parcelas e as formas de pagamento. 

Aprenda a seguir mais sobre o empréstimo para aposentado do INSS, suas vantagens e riscos e tire suas dúvidas sobre essa modalidade de crédito. 

O que difere ele dos outros empréstimos?

Para muitos, pode parecer que não há grandes diferenças. Mas, na verdade, o empréstimo para aposentado do INSS é diferenciado por conta da estabilidade financeira. Outras situações, como servidor público ou empregado CLT, também possuem resguardo financeiro, porém eles podem perder essa renda se forem demitidos. 

Já aposentados terão esse benefício vitalício, o que dá 100% de garantia para as instituições financeiras que descontam o empréstimo direto do INSS. 

Além disso, ainda há a possibilidade desse crédito ser concedido para uma determinada faixa etária. Não há respaldo na legislação para isso, mas muitas credoras colocam um limite de idade para aprovar o empréstimo. 

O comum encontrado no mercado é de uma liberação máxima de R$80 mil para aposentados de até 79 anos. Aos que já passaram dessa idade, poderão solicitar um crédito de até 30%. Mas, é importante ressaltar que isso não é uma regra, apenas uma prática exercida pelas instituições financeiras, que pode mudar de caso para caso. 

Quais são os documentos solicitados? 

Ao solicitar um empréstimo para aposentado do INSS, alguns documentos são necessários para dar início a todo o processo de contratação. É preciso ter em mãos:

  • documento pessoal com foto: os principais são o RG, CNH, carteira de trabalho ou passaporte;
  • CPF: normalmente, os números do CPF já constam nos documentos acima. Porém, caso não estejam sinalizados, é preciso ter ele em mãos; 
  • comprovante de residência: pode ser conta de energia, água, telefone, gás, boleto do aluguel, fatura do cartão de crédito, ou outra correspondência que tenha o nome de quem está solicitando o empréstimo com o endereço logo abaixo; 
  • comprovante de renda: um documento que comprove que você recebe o benefício do INSS, como por exemplo o contracheque da aposentadoria ou até mesmo a declaração do Imposto de Renda. 

Os documentos que comprovam sua renda são muito importantes para determinar qual o valor máximo que você tem direito a solicitar. 

Há um limite de idade para um aposentado fazer empréstimo?

Existem muitas dúvidas em relação à idade máxima ou mínima para contratar um empréstimo para aposentado do INSS. A resposta para essa pergunta está na Lei 10.820 que não impõe nenhuma restrição de idade para solicitar crédito. Então, não importa sua idade, ela não pode ser um empecilho na hora de negociar um empréstimo. 

Mas, como cada instituição financeira tem suas próprias regras e políticas internas para conceder crédito, alguns aposentados com mais de 75 anos costumam enfrentar dificuldades para fechar uma negociação de empréstimo em bancos e instituições financeiras. Normalmente, quanto maior a idade do aposentado, menor é o valor liberado para empréstimo.

Até quantos empréstimos posso fazer?

Os aposentados do INSS podem contratar até nove empréstimos ao mesmo tempo em instituições financeiras diferentes. Porém, para ter direito a todos esses empréstimos o total da renda líquida do cliente que pode ser comprometido é de no máximo 35%. 

Esse limite máximo se chama margem consignável e quer dizer que a(s) parcela(s) cobrada(s), caso tenha mais de um empréstimo, não pode ultrapassar 35% da renda. Dessa porcentagem, 30% dela poderá ser destinada para empréstimo consignado, e os outros 5% para o cartão consignado.

Desta forma, a condição para contratar mais de um empréstimo é verificar a margem consignável disponível. 

Por exemplo, se um aposentado recebe R$3 mil de benefício, a sua margem consignável disponível é de R$900. Caso este aposentado já tenha dois empréstimos com parcelas no valor de R$200 cada, sua margem disponível é de R$500. 

Porém, não é porque você ainda tem um limite disponível que o empréstimo será aprovado. A cada novo empréstimo solicitado, uma nova análise de crédito em seu nome será feita.

Como é feita a análise de crédito? 

Muitos aposentados que desejam solicitar um empréstimo não sabem como funciona a análise de crédito e quais são os pontos avaliados.

Esta análise vai juntar todas as informações necessárias sobre a vida financeira da pessoa que está solicitando o empréstimo, assim a instituição financeira poderá avaliar se existe a capacidade de pagamento das parcelas e se irá conceder o valor pedido. 

A empresa irá procurar por restrições cadastrais consultando o número do CPF de quem solicitou o empréstimo nos órgãos de proteção financeira, como o Serasa e o SPC. O intuito dessa pesquisa é verificar se há dívidas não quitadas e se o nome tem pendências. 

Os resultados da análise do CPF normalmente são: 

  • ​​sem restrições: a pessoa está com o nome limpo;
  • com alerta: significa que a pessoa tinha dívidas mas já quitou; 
  • com restrições: isso quer dizer que a pessoa tem pendências financeiras, como atrasos em pagamentos, inadimplências, protestos ou cadastro de cheques sem fundo;
  • com impeditivos: neste caso, a pessoa está com bens bloqueados ou com outras ordens legais em seu nome. 

Análise de perfil

Também é feita a análise do perfil a partir de uma pesquisa que verifica se as contas estão todas em dia, se já houve algum atraso no pagamento e se existem contas em aberto. Após essa pesquisa, o solicitante do empréstimo recebe uma nota que é chamada de score. 

Essa nota irá mostrar qual a probabilidade do interessado no empréstimo cumprir com o pagamento das parcelas. Na análise do perfil também são consultadas informações como estado civil, lugar onde mora, idade e faixa de renda. 

O comprovante de renda também é utilizado para fazer a análise de crédito. É a partir da renda mensal que a instituição vai comprovar se o cliente irá conseguir arcar com o pagamento das parcelas. 

De maneira geral, há duas fases no processo de análise de crédito: a preliminar e a conclusiva. 

Na primeira, é feita a análise do perfil. Nessa etapa, a instituição financeira solicita a cópia dos documentos para comprovar a autenticidade dos dados e das informações que o solicitante passou para a empresa. 

Após a verificação dos documentos, é consultado o histórico de pagamentos da pessoa. Se estiver tudo certo, é chegada a hora da análise conclusiva. 

Esta análise costuma ser mais rigorosa. A financeira entra em contato com o solicitante do empréstimo para confirmar os dados e tirar eventuais dúvidas. Também pode ser que a empresa entre em contato com as referências financeiras de quem solicitou o crédito para verificar seu comprometimento com as contas. 

As referências costumam ser parentes ou amigos. Dependendo das respostas, o crédito pode ser aprovado como pode não ser.  

Qual o valor de um empréstimo para aposentado do INSS? 

Isso irá depender de vários fatores. Se solicitar um empréstimo pessoal, o valor total do crédito disponibilizado vai depender de fatores como a renda mensal e a análise de crédito. 

Agora, se a modalidade escolhida for o empréstimo consignado, o que irá definir o valor total é o tamanho da parcela em relação à sua aposentadoria mensal. No empréstimo consignado, o valor da parcela não pode ser maior do que 30% da renda total. 

Além das condições acima, as instituições financeiras que oferecem serviços de empréstimos têm suas próprias políticas e regras internas para conceder - ou não, o crédito para aposentados. 

Quais as novas regras do INSS?

Com a pandemia da Covid-19, houveram mudanças no INSS para a liberação do empréstimo para aposentados. Mas, com a contenção da crise, essas informações sofreram novamente ajustes. 

Antes, houve uma alteração no limite do empréstimo consignado, que havia passado para 40% (sendo 35% para empréstimo e 5% para crédito). Porém, agora a regra vigente antes de 2020 voltou, sendo o limite de empréstimo para aposentado um total de 35%. 

Os juros e prazos também estão com atualizações. A taxa limite do empréstimo, por exemplo, apresentava um aumento de 1,8% para 2,4% ao mês. Mas agora, com a alta da inflação e Selic, o limite aumentou de 2,7% para 3,06% mensal. 

Já o período para quitar o empréstimo era de até 84 meses, ou 7 anos. Mas, agora esse prazo diminuiu, passando para 72 meses, ou 6 anos, no máximo. Além disso, se você quiser solicitar um novo crédito, terá um período de carência de 90 dias, e não mais 30 dias como concedido na pandemia.

Formas de Pagamento

A maneira de pagar as parcelas de um empréstimo para aposentados do INSS é diferente de acordo com o tipo de empréstimo solicitado e também de acordo com as regras de cada banco ou financeira. 

Se for um empréstimo pessoal, o pagamento pode ser feito com débito em conta, boleto ou carnê. Algumas instituições aceitam até cheques como forma de pagamento. 

Vale lembrar que não é necessário ter uma conta corrente no banco ou financeira que deseja pegar um empréstimo pessoal. 

Agora, se o aposentado solicitar um empréstimo consignado, o pagamento é feito somente com o débito direto na conta em que o aposentado recebe o benefício do INSS. As parcelas são descontadas de forma automática, diretamente do salário ou aposentadoria do cliente que solicitou o serviço. 

Negativados podem pegar empréstimo?

Mesmo que uma pessoa esteja com o nome “no vermelho”, ainda é possível ter acesso a um empréstimo para aposentado do INSS. Alguns bancos e financeiras oferecem a opção de crédito para negativados.

Porém, a maneira de se conseguir um empréstimo para aposentados negativados é um pouco diferente do que para aqueles que não estão. A diferença está principalmente no valor máximo de crédito disponibilizado, nas taxas de juros e também nas garantias para pegar o empréstimo.

Por isso, caso você esteja negativado e consiga acesso a um empréstimo, é imprescindível ler com atenção todos os termos e condições, como as taxas de juros cobradas e o valor das parcelas. Isso dá segurança para a empresa e para o cliente que está solicitando o empréstimo. 

Aliás, buscar uma opção de crédito é uma alternativa para quitar as dívidas que estão deixando seu nome sujo. 

Como funciona a taxa de juros cobrada?

As taxas de juros praticadas variam de acordo com cada banco ou instituição financeira. Essas taxas também são diferentes conforme o tipo do empréstimo solicitado, o valor total do crédito que é disponibilizado, o perfil do cliente, análise do crédito e número de parcelas. 

Não há uma regra para o valor das taxas, então pesquise os juros cobrados e condições para o aposentado para saber em detalhes todas as cobranças feitas em um empréstimo. 

Então, quando for solicitar um empréstimo, sempre consulte o seu Custo Efetivo Total (CET). É a partir do CET que você terá acesso a todos as taxas, encargos e demais custos de um empréstimo. 

Vantagens de um empréstimo para aposentados do INSS

Os empréstimos podem ser grandes aliados quando você precisa de uma forcinha financeira para realizar algum sonho, como reformar a casa ou fazer a viagem dos sonhos.  

​Uma grande vantagem do empréstimo é a liberdade para usar o dinheiro como quiser. Diferente de outras modalidades de crédito, como um financiamento onde é preciso dizer exatamente onde o dinheiro será usado, ao solicitar um empréstimo não é necessário explicar quais seus planos com o valor solicitado. 

Então, não importa qual seu plano, você pode contar com o dinheiro de um empréstimo para realizar. 

A facilidade e a rapidez para ter acesso a um empréstimo também é um grande benefício. Algumas instituições oferecem a facilidade de fazer a solicitação através do site e até mesmo pelo WhatsApp. 

As outras vantagens são referentes ao pagamento e o valor das parcelas. Normalmente, as parcelas dos empréstimos são bem acessíveis e o cliente escolhe qual será a data de vencimento das parcelas. 

E a que provavelmente é a vantagem mais importante de todas, diz respeito aos juros. Enquanto as taxas de juros de produtos financeiros como o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito contam com juros de até 15% ao mês, é possível contratar empréstimos com taxas de 3%. 

Riscos de um empréstimo

Um dos maiores riscos ao contratar um empréstimo é não conseguir cumprir com o pagamento das despesas. Mesmo que um aposentado tenha uma renda fixa mensal, imprevistos podem acontecer, por isso, para não levar um susto com a chegada do vencimento das parcelas, sempre opte por um valor que não vá prejudicar o seu orçamento. 

Também é preciso ficar atento para não pegar mais dinheiro do que você realmente precisa. Como o acesso ao crédito é relativamente fácil, a tentação de pegar um valor maior no empréstimo pode aparecer. Então, para não correr esse risco, lembre-se que quanto mais dinheiro você pegar, maior será o valor da sua parcela. 

Cuidados na hora de solicitar um empréstimo

Um empréstimo pode ser uma ótima solução na vida de um aposentado, mas, se feito sem muita atenção e pouco cuidado, pode trazer muita dor de cabeça. Segundo a Febraban, golpes financeiros contra idosos cresceram 60%. 

Portanto, se você quer evitar fraudes, é importante saber que existem alguns cuidados básicos que todos devem tomar na hora de solicitar acesso ao crédito, como:

  • não fechar negócio através de uma única ligação telefônica;
  • ter a certeza que está falando com uma instituição financeira séria;
  • tomar muito cuidado com seus dados pessoais;
  • ler com muita atenção todas as regras e condições do empréstimo;
  • não fazer nenhum pagamento ou depósito antecipado antes de ter assinado o contrato. 

Aprenda a seguir a importância de cada um desses cuidados e como não cair em eventuais golpes que podem sujar o seu nome. 

Cuidado ao receber ligações

É cada vez mais comum os aposentados caírem em golpes de empréstimos a partir de ligações, o que causa muito prejuízo para as pessoas. Então, se por acaso você receber uma ligação oferecendo empréstimo, é importante se atentar. Alguns golpistas chegam a entrar em contato com aposentados até pelo Whatsapp. 

Portanto, quando receber uma ligação desse tipo, certifique-se de que está falando com uma instituição séria. 

Certifique-se de estar falando com a instituição certa

Sempre que uma instituição financeira entrar em contato com você, tenha a certeza que é a empresa certa. Alguns golpistas usam o nome de grandes bancos ou financeiras por e-mail ou telefone para se passar por elas e enganar as pessoas. 

Cuidado ao fornecer seus dados pessoais

Para evitar que seu nome e seu CPF sejam usados de maneira indevida, nunca dê informações pessoais sem ter a certeza de que está em contato com uma instituição financeira séria. Também, nunca forneça números do cartão e senhas bancárias. Essas informações são suas e nenhum banco deve solicitá-las. 

É muito importante proteger os seus dados para evitar fraudes e até gastos que você não fez no seu nome. 

E fique atento: o INSS nunca entra em contato com os aposentados solicitando dados pessoais. Alguns golpistas se passam por funcionários da previdência social pedindo para confirmar dados cadastrais com o intuito de usar o nome do aposentado para solicitar empréstimos. 

Leia com atenção todas as condições do empréstimo

Decidiu contratar um empréstimo? Então conheça todas as informações da contratação. É importante entender com clareza quais são as taxas de juros, as condições e as formas de pagamento, se é possível antecipar as parcelas e o que acontece caso você atrase algum pagamento. 

De acordo com a Lei 4.595, toda instituição financeira é obrigada a permitir que o cliente antecipe parcelas de um empréstimo juntamente com um desconto proporcional aos juros. 

Como se prevenir de eventuais fraudes

Para não cair em nenhuma complicação, é preciso saber como as fraudes funcionam. Veja a seguir algumas dicas de como identificar golpes. 

Aposentados costumam ser o foco de golpistas que oferecem empréstimos falsos. Não são poucas as pessoas que tiveram muitos prejuízos financeiros por conta de empréstimos contratados pelo telefone ou pelo WhatsApp. 

Esses golpistas costumam oferecer empréstimos bem facilitados, com boas condições de pagamento e com um valor muito acima das condições financeiras da pessoa. Sabe o ditado quando a esmola é demais o santo desconfia? É isso que você deve fazer, suspeitar desse tipo de contato. 

Uma outra forma que os golpistas usam para enganar aposentados é ligar oferecendo empréstimo e solicitar um adiantamento de dinheiro. Jamais envie dinheiro para alguém sem antes ter contratado um empréstimo. 

Alguns enganadores também ligam para aposentados oferecendo um adiantamento das parcelas do empréstimo com desconto. Lembre-se: nenhuma instituição financeira faz contato pedindo adiantamento de parcelas com descontos. 

Dica bônus: checklist de fraudes

Existem alguns pontos cruciais que podem te ajudar a se prevenir de golpes financeiros aplicados por pessoas mal intencionadas. Antes de contratar um empréstimo, fique atento aos seguintes pontos: 

  • sempre realize solicitações de empréstimos por sites ou canais oficiais;
  • se receber contatos pelo WhatsApp, certifique-se de que o número do contato é o mesmo disponibilizado no site da instituição;
  • não faça transferências de dinheiro antes de receber qualquer valor.

E até mesmo depois de um aposentado contratar um empréstimo, alguns golpistas continuam agindo. Então, caso você receba algum contato que ache suspeito depois de ter fechado o negócio, não passe nenhum dado pessoal até ter certeza que está falando com um funcionário da instituição que você contratou.

Dicas para contratar um empréstimo para aposentado do INSS

Ninguém está livre de ter um imprevisto ou emergência financeira, e apesar desses momentos parecerem desesperadores, contar com um empréstimo pode ser a solução para tranquilizar a situação. 

Quando bem planejado, recorrer a um empréstimo pode, além de resolver problemas, acelerar algum projeto que estava sendo adiado por falta de dinheiro. 

A seguir veja algumas dicas para contratar um empréstimo com planejamento e organização e, principalmente, sem surpresas desagradáveis na hora de pagar as parcelas. 

Planejamento em primeiro lugar

É essencial que exista um planejamento financeiro para obter um empréstimo, desde o valor ideal de crédito para atender suas necessidades financeiras e até o valor das parcelas. 

Se você contratar um empréstimo para pagar em, por exemplo, 12 parcelas, isso significa que por 12 meses um pedaço da sua renda estará comprometida para arcar com essa despesa. 

Por isso é fundamental se planejar para que o valor destinado ao pagamento do empréstimo não venha a fazer falta nos seus gastos do dia a dia e despesas fixas. A organização é a palavra chave para não passar por apertos no período do pagamento das parcelas. 

Pesquise as taxas de juros e condições de pagamento

Antes de fechar qualquer negócio pesquise bastante sobre as instituições financeiras, compare taxas de juros e opções de pagamento para tomar a melhor decisão. 

Na hora de pagar as parcelas do empréstimo, todo centavo é importante, então, lápis e papel em mãos e comece a comparar os preços das instituições financeiras que você tem interesse e escolha qual atende mais suas necessidades.

Entenda o seu momento financeiro

Entenda como são os seus gastos mensais, quanto da sua renda é destinado para o pagamento de contas fixas, variáveis e supérfluos. 

Sem esse controle, fica difícil ter uma boa organização para pagar as parcelas de um empréstimo e suas finanças pessoais podem virar uma “bola de neve”.  Então, organize bem a sua vida financeira antes de adquirir um empréstimo. 

Saiba para onde o dinheiro vai 

Pedir um empréstimo sem ter um destino certo para o dinheiro não é um bom negócio. Por isso, se você não sabe exatamente o que pretende fazer com o valor do empréstimo, pense bem se você realmente precisa desse crédito. Fazer um empréstimo sem um propósito não faz bem para a sua saúde financeira. 

Como solicitar um empréstimo para aposentado do INSS?

Optou por fazer um empréstimo? Então esse é o último passo para solicitar o seu crédito com segurança: a escolha da instituição financeira. 

Bancos tradicionais, bancos digitais, instituições financeiras e até lojas de varejo são algumas opções de empresas onde é possível solicitar um empréstimo. Você só precisa entender as condições de cada um e escolher qual se encaixa mais com seus objetivos.  

Na Portocred você encontra o empréstimo ideal para qualquer necessidade, sem burocracia e com muita praticidade. Pelo nosso site, você pode encontrar a loja mais próxima, acessar o chat do WhatsApp e até mesmo simular o seu empréstimo

Ao solicitar o seu empréstimo, a Portocred faz a sua análise de crédito e, caso seja aprovado, você recebe todo o dinheiro na sua conta corrente no mesmo dia. Sem esperas longas e sem burocracia. 

Na modalidade de empréstimo pessoal, é possível conseguir até 35 mil reais para você colocar seus projetos em prática. O pagamento pode ser feito em até 36 parcelas com o pagamento da primeira em até 60 dias a partir da contratação! 

O pagamento das parcelas do seu empréstimo pode ser feito através de débito em conta, cheque e através de carnê, que é gerado na hora. Você escolhe qual meio de pagamento é ideal para você.

E como a sua segurança e tranquilidade são prioridades para a Portocred, oferecemos como um opcional no momento da contratação do empréstimo o seguro prestamista Tokio Marine, que tem a finalidade de cobrir operações de empréstimos. 

Esse seguro busca garantir a estabilidade financeira dos clientes em momentos de imprevistos, oferecendo segurança para quem solicita um empréstimo. 

Então, ao contratar o seguro na hora do fechamento do seu empréstimo, você fica tranquilo para pagar suas dívidas em diversas situações.

Se você está precisando de uma ajuda financeira, conte com a Portocred. 

Solicite seu empréstimo na Portocred!

Canais de
atendimento

Central de cobrança

Regularização de débitos

0800 600 0771

2ª a 6ª feira, das 8h às 20h40 Sábado, das 8h às 14h20

negociacao@portocred.com.br

SAC & Central de relacionamento

Informações, reclamações, cancelamentos, sugestões e elogios

0800 600 0777

2ª a 6ª feira, das 8h às 18h00

sac@portocred.com.br

Ouvidoria

Caso já tenha recorrido aos nossos canais de atendimento e não esteja satisfeito

0800 601 7700

2ª a 6ª feira, das 9h às 16h00

ouvidoria@portocred.com.br

É necessário ter um número de protocolo de atendimento para ser atendido na ouvidoria.

Copyright © 2022
Portocred S/A Crédito, Financiamento e Investimento

CNPJ 01.800.019/0001-85

Endereço: Av. Doutor Nilo Peçanha, 2900, 11º andar, Conjunto 1101, Chácara das Pedras - Porto Alegre, RS. CEP 91330-001

Banco Central do Brasil

Atendimento: 145

Deficiente Auditivo/Fala: 0800 642 2345

www.bcb.gov.br

Procon: 151

Taxas de empréstimo segundo informação disponível no site do Banco Central: Empréstimo pessoal: 5,50% a 24,41% ao mês - Empréstimo Consignado Público: 3,67% a 5,96% ao mês - Empréstimo Consignado Privado: 1,99% a 7,99% ao mês - Financiamento de veículo: 2,69% a 6,04% ao mês.